15 de abr de 2011


Não quero nada nesse momento.
Nada, simplesmente nada, que não seja você

Um comentário: